O homem e a mancha

O homem e a mancha

quinta-feira, 3 de março de 2011

Un poco de suerte: teatro em Montevidéu

Outro espetáculo que assistimos em Montevidéu, desta vez no Teatro Anglo- Sala 2 William Shakespeare, que pertence ao Instituto Cultural Anglo Uruguayo, foi Un poco de suerte, com texto e direção de Omar Varela. Trata-se de uma comédia de situação ambientada no quarto de dormir da matriarca de uma família judia uruguaia. Após a morte da velha senhora, os três filhos, próximos da meia idade, rememoram histórias de família enquanto discutem que fim darão à suposta herança deixada pela falecida. Uma história simples, com uma reviravolta final, embasada no bom texto e na interpretação dos atores, com destaque para Ana Rosa, impagável na criação da irmã mais dissimulada e fútil.
Foi uma bela coincidência ter assistido a esse trabalho, porque em 2010 dirigi Mães & Sogras, estrelada pela Margarida, no papel da implacável mãe judia Bella Molodóvski: uma peça escrita por Leandro Sarmatz, que guarda algumas semelhanças com o que vimos na capital uruguaia, quando menos não seja a temática judaica, envolta em humor dos bons. Os hermanos uruguaios e argentinos, aliás, têm um apreço especial por peças que tematizam o mundo judaico: volta e meia são apresentados espetáculos desse tipo. Talvez porque Buenos Aires tenha a maior concentração de judeus da América Latina, e uma das maiores do mundo; talvez porque o inteligente humor praticado por autores como Sarmatz e Varela (também ele judeu) agradem ao culto povo daqueles países. O próprio Moacyr Scliar, que nos deixou tão cedo, admirava esse tipo de comédia: agridoce, mas também ácida e negra. Quando convidei Scliar para escrever um texto de apresentação para a peça de Sarmatz, no início do ano passado, ele prontamente me respondeu e escreveu um belo e elogioso comentário, que consta do nosso programa de Mães & Sogras. Foi uma honra ter tratado com Scliar, ainda que brevemente, e nunca esquecerei da gentileza e boa vontade com que nos deu atenção, apesar da intensa agenda de grande intelectual que ele era.

Nenhum comentário:

Postar um comentário