O homem e a mancha

O homem e a mancha

sábado, 19 de março de 2011

Cinco maneiras de fechar os olhos

Pelo pouco que resta ou Cinco maneiras de fechar os olhos é o título do primeiro filme universitário de longa metragem do Rio Grande do Sul, projeto dos alunos do curso de Produção Audiovisual da PUCRS. Fui convidado para interpretar a personagem Clemente, um advogado que descobre um segredo e tenta aproveitar-se disso para tirar alguma vantagem. As gravações serão em abril, e o lançamento está previsto para o segundo semestre de 2011. O filme é composto por quatro histórias que se tangenciam, na Porto Alegre contemporânea: involuntariamente, algumas personagens levam outras a tomar decisões que mudarão a direção de suas vidas.
Como o filme é resultado do trabalho dos alunos, cada uma das quatro histórias forma um núcleo, dirigido por um ou dois diretores. O meu núcleo é dirigido pelo Emiliano Cunha e pelo Abel Roland, e hoje tivemos um ensaio na casa do ator Carlos Paixão, que interpreta a personagem com a qual contraceno no filme. O pessoal é muito cabeça aberta e tem vontade de acertar, tenho certeza de que o resultado será excelente, ainda mais contando com a orientação dos professores da PUC Fabiano de Souza, Eduardo Wannmacher e Carlos Gerbase.

2 comentários:

  1. Legal Marcelo! Nova geração de Cineastas chegando e apostando na nossa ótima "mão de obra artística". Em tempo: Carlos Paixão é um dos atores mais talentosos e cordiais que já conheci. Em 2003, premiadíssimo pelo Brasil com a peça SOLIDÃO A COMÉDIA, ele se dispôs por iniciativa própria a atuar na minha peça CAMINHOS Q CRUZEI, unindo-se aqueles iniciantes e ficando por 3 anos (Muito nos ajudou!). Agora no Cinema, Carlinhos vai nos mostrar mais uma face do seu iegável talento!
    Bom trabalho para vcs! Abraço!

    ResponderExcluir
  2. O Emiliano e o Abel são ótimos! Prometem, com certeza!

    ResponderExcluir