O homem e a mancha

O homem e a mancha

segunda-feira, 21 de março de 2011

Um clip para A última estrada da praia




Ontem passei o domingo na estrada e na praia, mas a trabalho: é que gravamos, no último dia de verão, o clip da música A última estrada da praia, do Arthur de Faria & Seu Conjunto, que faz parte do cd Música pra Ouvir Sentado, lançado no ano passado. A música em questão faz parte da trilha sonora do longa homônimo, que deverá ser lançado ainda este ano nos cinemas. Foi minha primeira experiência no vasto mundo dos videoclips, e gostei muito, principalmente pelo clima de descontração nas locações. Fazem parte do Arthur de Faria & Seu Conjunto, além do próprio Arthur, Sérgio Karam (irmão da inesquecível Vera Karam), Adolfo Almeida Jr., Julio Rizzo, Marcão Acosta, Diego Silveira e Clóvis Boca Freire, sendo que este último foi o único que não participou das gravações, por estar um pouco "amolado".
A história (?) do clip é na realidade uma volta às locações do longa, que em 2007 nos levou para algumas praias do litoral norte (Quintão, Pinhal, osório, Cidreira), antes passando pela Free Way, pelo pedágio, etc. Os músicos tocavam e eu, uma figura estranha no meio deles, fazia algumas ações um pouco estranhas também. Começamos às 6h da manhã na rua João Alfredo, templo da boemia porto-alegrense, em frente ao Bar Parafernália, e depois zarpamos rumo às praias. Como no longa, minha função também era de motorista do grupo, e eu apareço dirigindo uma Rural 1975, muito parecida com a do filme, de propriedade do designer Thomas, que nos acompanhou na viagem.
O Fabiano de Souza e o Milton do Prado, diretores do clip, mais a Áurea Baptista, mulher do Arthur, e o Germano, que operava uma das câmeras (tínhamos 3!), tornaram as mais de 12 horas de trabalho muito agradáveis. Estou louco para ver o clip pronto, vai ser uma diversão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário