O homem e a mancha

O homem e a mancha

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Teorize você também 1

Talvez esta seja a primeira de uma série de teorias por correspondência. Talvez seja a única.




Os cariocas costumam aplaudir o por do sol todos os dias ao entardecer. Essa atitude, aparentemente poética, se justifica pela formação cultural dos fluminenses em geral, que sentem uma irresistível atração pela repetição, já que o sol se põe de forma exatamente igual todos os dias. Para ratificar, basta ver o sucesso das telenovelas no Rio de Janeiro, bem como dos Teletubbies, que dominaram o estado inteiro, e cujo bordão "De novo! De novo!" é a representação exata do sentimento regional. Proximamente, espera-se que mais e mais peças de autores do Teatro do Absurdo sejam montadas por lá, para aprofundar ainda mais, e de forma artisticamente elevada, a paixão desse povo pela repetição.

Um comentário: