O homem e a mancha

O homem e a mancha

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Pelos meandros kafkianos

Estreia hoje, no Teatro do Centro Cultural Cia. de Arte (Andradas, 1780), BOLE BOLE ROCAMBOLE, trabalho de conclusão da Oficina de Montagem da Cia. de Teatro ao Quadrado, com direção de Margarida Leoni Peixoto. Durante quatro meses, os quinze alunos-atores trabalharam com um universo fascinante: o do non sense. Escrevi o texto da peça como uma homenagem ao estilo de Franz Kafka, em obras como O castelo, A metamorfose e O processo. Karina é uma jovem acusada de um crime que ignora qual seja. Em busca de respostas, ela parte por uma espécie de odisseia para descobri o que de fato está acontecendo, encontrando personagens excêntricas e bizarras, sempre com muito humor.
Apenas dias 7, 8 e 9 de dezembro, às 20 horas.

Um comentário:

  1. A peça é muito boa,dei muitas risadas, parabéns...

    ResponderExcluir