O homem e a mancha

O homem e a mancha

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

As mães de Lasar Segall

O artista plástico lituano Lasar Segall (1891-1957) naturalizou-se brasileiro, passando a viver no país para o qual imigrou em 1923. Em sua terra natal já era reconhecido, porém foi apenas aqui, nos trópicos, que o pintor e escultor alcançou o máximo de seu potencial. Conforme suas próprias palavras, no Brasil ele conheceu "o milagre da luz e da cor". De família judia, Lasar Segall casou-se com Jenny Klabin (depois conhecida como Jenny Klabin Segall), a tradutora responsável por algumas das mais primorosas versões de Molière para o português, com várias de suas transcriações publicadas e em catálogo atualmente).
Segall tem uma série de pinturas chamada "Maternidades", e que fará parte do projeto gráfico de Mães & Sogras. Duas coincidências me levaram a associar Segall e a nova peça da Cia. de Teatro ao Quadrado: a ascendência judaica do artista e sua produção, significativa, em que aborda a maternidade e a relação com os filhos. Nada mais natural que esse grande artista fosse por nós homenageado.
Abaixo duas amostras do traço de Segall.

Nenhum comentário:

Postar um comentário