O homem e a mancha

O homem e a mancha

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Reminiscência socrática


Saudades de Platão dois em um, especialmente da primeira das duas peças, Górgias ou Discurso sobre a retórica, onde eu recriava o genial filósofo grego Sócrates. Tive total liberdade do Luciano Alabarse, o diretor, para construir essa figura da maneira que eu quisesse. Me deu muito trabalho decorar aquela imensidão de textos, e mais ainda, dar uma lógica e compreender em profundidade a filosofia platônica verbalizada por Sócrates. Mas valeu muito a pena. A foto aí de cima mostra um momento da peça, uma encenação minimalista e centrada absolutamente na palavra. Um grande desafio, e muito prazeroso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário