O homem e a mancha

O homem e a mancha

quarta-feira, 23 de junho de 2010

A lição

Hoje aconteceu o primeiro encontro de produção, elenco e equipe técnica da nova produção da Cia. de Teatro ao Quadrado. No dia 15 de outubro, estrearemos A lição, texto seminal do Teatro do Absurdo, escrito pelo romeno Eugène Ionesco (esse aí de cima) em 1950. A lição divide com A cantora careca o pódio de primeiras peças do Teatro do Absurdo, o mais importante movimento dramatúrgico do século XX, e que influenciou, direta ou indiretamente, tudo que se escreveu depois, em teatro. Estiveram aqui em casa a grande Zoé Degani, cenógrafa loucamente genial (ou genialmente louca?), o Oly Jr. que comporá nossa trilha sonora (o Oly recebeu três prêmios Açorianos neste ano, Melhor Compositor, Melhor Intérprete e Melhor Disco de Blues/Jazz), a Luísa Herter, que dividirá o palco comigo, e obviamente a Margarida, que dirigirá o espetáculo, que recebeu o Prêmio de Incentivo à Pesquisa Teatral do Teatro de Arena.
Estamos muito empolgados e felizes com as possibilidades que se abrem para esse trabalho. Certamente será um espetáculo delicioso, para nós e para o público.

Um comentário:

  1. sucesso pra vocês amigo!
    Sorte tua que não é As Cadeiras, pq ai de ti se chamar alguém que não eu, depois da Margarida... Eu proíbo! rsss
    Merda!

    ResponderExcluir