O homem e a mancha

O homem e a mancha

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Cegueiras

Ontem aconteceu algo inusitado: fui ao Hospital Mãe de Deus, conversar com uma pessoa do Departamento de Recursos Humanos. Na portaria fui orientado como chegar onde queria, porém o prédio é literalmente um labirinto de corredores que confundem qualquer um. Pois, nesse momento, pedi ajuda a uma moça: "Onde fica o RH?". Vinha passando um rapaz, nitidamente cego, com óculos escuros e bengala, e a moça não teve dúvidas: "Benjamin, tá indo pro RH? Leva ele contigo". O que se seguiu é que fui sendo guiado pelo Benjamin, que não enxergava nada, pelos labirínticos corredores do Mãe de Deus, até ser deixado, são e salvo, na porta do RH. Então disse eu ao Benjamin: "Que situação! Alguém que não enxerga guiando outra pessoa". O Benjamin riu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário